segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Surf Trip por Portugal #Arrifana

Fomos descendo a costa e com o vento que estava, a Arrifana é sempre uma boa opção.
É uma praia com uma magia especial e sempre abrigada, por isso, paragem obrigatória!!!
Com boas ondas e sendo um dos poucos locais na Costa com ondas, já tinha bastantes Surfistas, muitos deles estrangeiros.
Nesta praia, já há uma politica bastante restrita em relação a estacionamentos, não só de Autocaravanas, mas de automóveis. Quem se arrisca a deixar pela encosta acima, mesmo no Inverno, as multas são o prato do dia!
Passamos o dia inteiro aqui, com duas entradas do G., um intervalo de almoço com uma vista de fazer inveja a muitos resorts! O Banho, esse, porque o dia pediu...foi de água fria ao por do sol :)
Jantamos e dormimos no centro de Aljezur, que nesta altura do ano, tem pouca gente, mas muitos deles são caravanistas, que se deliciam na pouca oferta que há de restaurantes. O Restaurante Pontapé, é um deles, nunca desilude, seja que altura do ano for...







quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Novo Brinquedo--> TomTom Bandit

A Action Cam, que veio morar cá para casa é só...espectacular!!!
Fiquei um pouco apreensiva quando vi o novo design, (estamos muito habituados ao modelo quadrado).
Mas já nos rendemos à Bandit da TomTom!
É super prática, filma até 3horas, sem parar e em FullHD.  Super fácil de utilizar e tem muito boa imagem, dentro e fora de água. Inclui Gps e mede a velocidade a que vamos se quisermos.
Tiramos umas quantas fotos de férias na água e também ficaram muito bem!!!
Em breve, um filmezinho por aqui...!

*Importante, este pack com fixação para prancha, não vem totalmente preparada para surf. A lente que vem no kit, é uma lente que apenas suporta salpicos. Para surf, foi preciso comprar uma lente à prova de água, que só encontramos na Worten.



terça-feira, 5 de julho de 2016

O paraíso aqui tão perto...Islas Cíes

Foi este Domingo que rumamos até Vigo, para apanhar o barco em direcção às Ilhas Cíes, onde a paisagem é paradisíaca.
Basicamente o mundo inteiro, decidiu esconder-me que este paraíso existia a uma hora e meia de casa.
Desde que ouvi falar destas Ilhas e vi as imagens, não descansei enquanto não marcamos uma visita.
Compramos o bilhete de barco antecipadamente, porque há um limite de visitantes por dia. A viagem tem a duração de 40 minutos e esta, sem nós sabermos incluía emoção extra!! Na ida, a ondulação fez das suas e só os mais fortes se aguentaram sem vomitar. Para cá, avistamos imensos golfinhos. O bilhete ida/volta custa 10€ e a única forma de poder ficar de uma noite para  a outra, é reservar lugar no parque de campismo antecipadamente.
Na Ilha, não entram carros e só há caminhos (trilhos) para circular. 
Quando chegamos, às 10h da manhã, tudo era calmo, virgem, com um mar azul digno de ser apelidado de paraíso. O barulho de fundo, é graças às muitas gaivotas que nela habitam, provavelmente porque há muito alimento naquele mar salgado.
Não ficamos logo na praia de Rodas (a principal da ilha), porque decidimos explorar. Fomos ter ao Areal de Figueiras e o primeiro impacto à chegada foi aquele mar transparente, a areia branca e um casal de nudistas!!! (ao longo do dia, apareceram vários e só lemos uma placa que estávamos em zona de nudistas quando saimos da praia, upss).
A paisagem é daquelas de cortar a respiração, em que apetece tirar fotos mentais a todo o segundo. (Não estou a exagerar).  
O único ponto negativo ali, é a temperatura da água, bahhh, também não podia ser tudo perfeito!! O dia foi o mais quente deste Verão e a água das mais geladas em que mergulhei nos últimos tempos (sim, porque quem já mergulhou em Caminha, Afife, ou nas praias de lá de cima, sabe do que estou a falar), é uma espécie de congelador que faz doer até ao osso mais pequeno do pé. Ainda assim, consegui mergulhar umas quatro vezes (não me perguntem como, talvez iludida com a cor daquela água). Para tudo ter sido mais perfeito, acredito que devia ter ido a um dia da semana, já que, a ilha ao final da tarde, estava com toda a certeza, na lotação máxima.
Se procuram o paraíso (ainda que sem ondas), ele está aqui ao lado! 











terça-feira, 14 de junho de 2016

Surftrip por Portugal - Sines #3

Chegamos a Sines já de noite, o cenário é incrível. Parecia que estávamos a chegar a uma cidade cheia de arranha céus, com as luzes da refinaria a criar aquele cenário que me transportou para a América.  Não consegui fotografar de forma a que percebam o que quero dizer.(encontrei esta na net que exemplifica um bocadinho daquilo que vimos).

Foto retirada do google - Galp
O nosso destino era a praia de São Torpes, mas o estacionamento apesar de ter algumas auto caravanas, era muito escuro, por isso decidimos ir até mais à frente, acabamos por passar a noite em Porto Covo e foi a melhor escolha que fizemos. Não vou esquecer aquele céu estrelado e a paisagem da janela logo pela manhã.
É mesmo incrível cada recorte da nossa costa, para além de que o centro da vila é mágico e muito pitoresco. Arrisco-me a dizer que é paragem obrigatória para quem vai de auto caravana pela costa, pelos motivos que já referi, mas também porque tem um parque enorme com um bom apoio para abastecer e ficar em segurança.
O dia esteve ventoso e foi bom para relaxar na nossa "varanda", enquanto as ondas não vinham. Para quem procura ondas e queira fugir da confusão, há uma onda logo a seguir, Vale Figueiros, a estrada é em terra, mas vale a pena. Ao final do dia seguimos para Sul depois de um por do sol mágico no barzinho da ponta da praia de São Torpes, o Kalux (cheio de boas energias). 








terça-feira, 29 de março de 2016

Surftrip por Portugal - Peniche #2

Chovia torrencialmente quando decidimos sair do Porto, fazíamos as malas como dois caracóis (sem vontade nenhuma e sem saber quando parava). Vimos nas previsões que o dia seguinte seria de sol e ondas, por isso, tomamos a decisão de começar a Viagem depois do jantar e debaixo de chuva para termos o prazer de acordar em frente à praia no dia seguinte.
Assim foi, chegamos a Peniche de noite e para nossa surpresa, não éramos os únicos com esta ideia. O parque de estacionamento da Praia do Baleal tinha uns 10 vizinhos estacionados!
A noite foi a mais complicada e fria, como principiantes que somos, estacionamos a "cama" virada ao vento e fazia MUITO barulho, mas lá mudamos o sitio e a noite passou.
Quando acordamos, corremos a cortina e apesar de ser dia da semana, estava já com muita gente. Imensos estrangeiros com professores de surf, algumas das caravanas já não estavam lá e isso fez-nos desconfiar que as ondas estavam melhores para os lados de Super Tubos.
O sol brilhava como o previsto e o cheiro a mar entrava-me pela janela a dentro!
Peniche tem tido um crescimento incrível, respira-se Surf nas ruas. O campeonato do mundo passar por esta terra de pescadores provocou uma transformação que se sente a cada vez que voltamos lá.
Os locais é que não têm gostado muito de tantas visitas ao longo do ano e apesar de saberem o bom que é para a economia, ainda consegui assistir a um episódio de violência completamente gratuito e desnecessário!
Ao final da tarde, como ficava pelo caminho, ainda visitamos Óbidos dentro das suas muralhas...









quarta-feira, 16 de março de 2016

Surftrip por Portugal #1

Tudo começou quando nos foi dada a oportunidade pela Indie Campers, através do guia Surf Spots Portugal de fazer uma surftrip nos dias que nós quiséssemos e para onde quiséssemos, a única regra era: Aproveitar!
Tivemos dúvidas no caminho a seguir, mas a época do ano, mais fria, levou-nos para sul e não podia ter sido melhor escolha! Acho que, conseguimos marcar exactamente na única semana completa de sol e ondas que este Inverno teve!!
Sim, fomos em Fevereiro pela costa Portuguesa numa Campervan, seguimos quase todos os Surfspots do guia e foi uma experiência inesquecível!!
Perguntas que TODA a gente nos fez:
Tiveram frio a dormir? Como faziam com banhos e wc? Cozinharam? Dormiam onde? 
Bem, não tivemos frio nenhum, muito pelo contrário, tirando uns ventos fortes em Peniche, acho que até tivemos calor todas as noites (mesmo as que dormimos em frente ao mar). Sim, é possivel, dormir, com o barulho tranquilizante do mar, de cortina aberta a ver as estrelas e de manhã espreitar as ondas ainda na cama! Os banhos?...dá mesmo para tomar banho lá dentro, tem wc e água quente (acreditam?), o único inconveniente é que precisa de estar ligado a uma tomada exterior para que a água quente funcione, mas foi tranquilo, com a sorte do sol que estava durante o dia, os chuveiros da praia também ajudaram a tirar o sal :) O wc e o fogão têm algumas limitações, mas são suficientes para uma viagem destas! Quanto às dormidas, apesar de acharmos que éramos os únicos iluminados a ter a sorte de estar nesta altura do ano, debaixo de 22 graus, em passeio pela costa, estávamos completamente errados! Em todos os sítios onde paramos tínhamos sempre dezenas de vizinhos de todas as nacionalidades, mas os Franceses e Alemães são a maioria, penso que em Porto Covo, foi dos sítios que mais "vizinhança" tivemos, mas em Aljezur e Sagres a febre das caravanas também é bem visível! Ficamos por isso, sempre bem acompanhados e sem perigos aparentes.
Descobrimos que para além de parques de Campismo, também existem parques específicos para Caravanas, onde por uma taxa de 6€/24h, fornecem acesso a wi-fi, electricidade, água, wc e banhos.
Foi sem dúvida uma aventura, uma descoberta de um estilo de vida que nos apaixonou!

Mas, ao longo dos próximos dias, vou contar-vos mais sobre esta Surftrip...

Aviso: As fotos que se seguem podem alterar completamente o destino das vossas próximas férias! 








quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Gelado de morango

E quando num dia de Inverno frio nos dá vontade de comer gelado, é isto que acontece cá em casa:




Uma receita simples, fácil e com um resultado delicioso!


  • 1kg de morangos
  • 500ml de natas
  • 300gr de açucar
  • sábado, 2 de janeiro de 2016

    Pelos recortes da nossa costa

    No final do Verão, passamos uns dias na aldeia do Meco e andamos pela costa a descobrir novas praias. Cada recorte, é de cortar a respiração...
    Ao ver paisagens como estas, cada vez mais ADORO passear pelo nosso país, Sesimbra tem mesmo um dos cantinhos mais bonitos de Portugal, o cabo Espichel.




    E agora que o novo ano chegou, voltamos aqui, para respirar este ar puro.
    O céu não estava azul, o frio não era de rachar e soube tão bem...